Artes Marciais Mistas (MMA) 12/01/2012
Nutrição e hidratação para atletas de esportes de combate

Claudio Pavanelli

Como Fisiologista do Exercício, gostaria de comentar sobre um recente artigo publicado pela revista Strength and Conditioning Journal em Dezembro de 2011 (Hoffman, Jay R; Maresh, Carl M).

Para os atletas competitivos de esportes de combate manterem um nível elevado de formação e manutenção do desempenho durante a competição e treinamentos, o consumo de energia deverá ser correspondente ao alto gasto energético.

Um ponto importante para otimizar o potencial do atleta para treinamento e competição é a estratégia de uma boa hidratação.

A água está envolvida nas reações fisiológicas no corpo, incluindo o transporte de nutrientes, remoção de resíduos e manutenção da temperatura corporal.

A perda de água através da respiração, transpiração (aumentada durante os treinamentos e atividades físicas) e excreção depende da reposição desta e o comportamento de beber. A sensação de sede só ocorre quando a perda de água atinge 1 a 2% da massa corporal e é comum os atletas treinarem e competirem em um estado de leve a moderada desidratação, comprometendo o exercício e o desempenho cognitivo e aumentando a exigência fisiológica.

A estratégia de atletas de combate para reter e perder líquido para redução do peso corporal para atingir uma categoria mais baixa de peso promove maior nível de desidratação e controle térmico, podendo levar a um indesejável resultado devido a uma queda do nível de capacidade física.

As estratégias para hidratação de um atleta de esporte de combate antes, durante e após os treinamentos e competições devem levar em consideração a influência dos seguintes fatores:
- Condições ambientais (temperatura e umidade);
- Diferenças individuais e o incentivo em ingerir líquidos;
- A palatibilidade afeta o consumo de líquidos e consiste nas características da bebida (salinidade, temperatura, doçura, sabor, cor, viscosidade e concentração);
- Atletas tendem a beber menos quando estão preocupados ou realizando tarefas física ou mental de alta intensidade;
- Um líquido disponível com facilidade é mais provável de ser consumido.
Hidratação adequada antes do exercício é necessária para um treinamento seguro e eficaz, assim como no dia da competição.
- Estar bem hidratado, com os estoques de glicogênio muscular reabastecido;
- A desidratação crônica pode ocorrer em atletas que realizam sessões repetidas de treino intenso ou competição;
- Atletas devem comer refeições regulares com uma dieta nutricionalmente equilibrada para fornecer a quantidade de energia necessária para realização do treinamento ou competição, assim como uma reposição com qualidade para uma recuperação adequada entre as sessões de treinamento, associando alimentação, treinamento e recuperação (descanso e sono);
- Alterações no peso corporal e cor da urina são indicadores válidos do estado de hidratação. Os atletas, treinadores, preparadores físicos e nutricionistas devem rotineiramente usar estes métodos para avaliar pré-exercício e o estado de hidratação.

A hidratação adequada durante o exercício diminui o esforço cardiovascular, otimiza a dissipação de calor e ajuda a manter o volume plasmático e do débito cardíaco. Assim, a capacidade de manter o exercício em alta intensidade é preservada.
- A melhor oportunidade para descansar e repor os nutrientes, incluindo líquidos perdidos durante um treino ou competição acontece após o exercício;
- A importância do descanso adequado após um treino intenso ou competição não pode ser subestimada. O corpo recupera melhor se forem fornecidos descanso e sono adequado;
- O volume de líquido consumido durante a recuperação deve ultrapassar o volume de suor que foi perdido durante o exercício, 150% em média;
- A reposição do estoque de glicogênio gasto durante treinamentos ou competições é também o objetivo pós-exercício. Carboidratos ajudam na absorção intestinal de sódio e água, porém, a quantidade de carboidratos em uma bebida esportiva fornece apenas uma pequena parte do conteúdo total de carboidratos;
- Alguns atletas utilizam infusão de fluidos intravenosos para reidratação entre as sessões de exercício. No entanto, estudos científicos que avaliaram a eficácia dessa prática NÃO relataram diferenças de desempenho entre esta prática e técnicas de reidratação oral.

Este artigo traz muitos pontos importantes sobre a alimentação e suplementação para atletas de combate. Porém, quero apenas ressaltar a importância da ligação entre o treinamento (físico ou técnico) com o desgaste e uma adequada recuperação (descanso e alimentação/hidratação) para a evolução da performance e conquista dos objetivos.